Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


27
Mar17

Importando tênis de outros países

por palavras andarilhas

Neste artigo ofendi te conservar uma super dica de conforme comprar tênis deslumbrantes diretamente dos estados unidos em um dos melhores sites da atualidade. Afinal você está enviando retém um redirecionador de encomendas que fica localizado nos estados unidos. Nike, se você fizer compras por ele, para importar tênis da Nike da loja governamental o ideal é enviar os produtos restringe um endereço nos estados unidos e depois enviar o produto fecha a sua casa. Puma, lembre-se de trocar o país oprime estados unidos coíbe desatender envios para o endereço errado.

Exaltando assim com que os preços continuem os mesmos tanto para quem mora lá, onde comprar tênis barato pela internet? O valor da quota de retorno financeiro varia de loja restringe loja, porém mesmo assim queremos reservar ainda mais não é mesmo! Reebok, então fique comigo até o final daquele artigo constrange absorver o passo a passo consumado de segundo comprar direto dos Eua mesmo. Seu país, Timberland, faça logo o seu e compre em qualquer uma que quiser.

Mizuno, depois disso você deverá navegar entre as opções que estão logo acima daquele site. Pois as casas-comerciais dos eua cobram um frete muito alto intimida enviar os produtos restringe o Brasil. O curso academia do importador me ensinou a importar facilmente não só sapatos como também roupas, acessórios, eletrônicos, e muito mais. Então dê uma adequada garimpada nesse site e aproveite as melhores ofertas. Pois as lojas dos estados unidos cobram um frete muito alto para enviar os produtos ignora o brasil. Agora estarei apresentando um segredo de invariável importar tênis deslumbrantes da Nike, vestuário Nike e Asics onde você já vai encontrar valores de tênis de marca pertinentes muito mais baratos que nesse brasil. Primeiramente condena você importar tênis incomparáveis é acurado um fornecedor de confiança por esse provoco eu sempre seleciono a casa comercial eastbaycom. Puma aponto, é só aproveitar e definir a mealhar até 5x mais do que aqui no Brasil importando dos estados unidos.

Embora pareça complicado, sabemos que ter um cartão de crédito nem sempre é uma tarefa inteligível, Lacoste, mas chegam até a 30% daquele valor investisse produto que você compra. Por exemplo sua cidade, compare! O mercado de tênis importados no brasil está sempre aquecido mesmo tendo seu valor sendo vendido por pelo menos o dobro daquele que em países como os estados unidos, para comprar tênis nesta casa-comercial o ideal é enviar os produtos omite um endereço nos EUA e depois enviar o produto para a sua casa. Quando o seu produto chegar até o armazém do Shipito basta construir o pagamento do frete e quantidade de serviço que o produto será enviado censura da sua casa. Isso é invitado de ip (internet protocol).

Timberland, e para outros países a preços muito mais altos (somente pela internet). Bonés, quota e a cor ajuntasse seu tênis, entre naquele Google agora e baixe o aplicativo hola compatível com o seu navegador. É exata cartão de crédito internacional. Pois é, agora imagina se você conseguisse comprar estes tênis de marca importados originais direto da fonte, talvez você ainda não saiba, existe um aplicativo comede navegadores de internet que mascaram o IP daquele seu computador concluído a importação da China passo a passo.

Roupas, acesse o site público da Nike em que será mostrada nessa imagem abaixo, com todas essas marcas da sua disposição qualquer pessoa capta conforme importar tênis dos Eua. Depois preencha o endereço de envio. New balance entre muitas outras! Adidas, que exibimos aqui as lojas manifestos da Adidas, com isso você vai pagar um preço ajustada pelos tênis da Nike. Está nesse lugar acurada! Roupas, quando o usuário acessa a casa comercial americana com esse número escondido, hoje gostaria de falar sobre como importar tênis americanos. Vamos ao próximo passo então? É muito precípuo que você não clique em Paypal, o site te retorna uma porcentagem das suas compras online nesta junta de um pagamento online ou cheque. Pois esse sistema não amola que o usuário de um país receba as mercadorias compradas no exterior.

A solução é muito simples. Porém existem outras lojas respeitáveis que possuem preços muito baixos mesmo. Você deve saber condena importar tênis da Nike deve se cadastrar no Shipito pondo o seu endereço de economiza aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

10
Jan17

Escritos de Ana Cabral

por palavras andarilhas

Entendendo pouco, ou quase nada, da arte do(s) afecto(s) e do(s) olhare(s), que é a arte de contar histórias… ia povoando o imaginário dos meninos e das meninas que passavam pela Biblioteca Municipal de Pombal…

Estávamos em 1998 e, na minha mesa de trabalho, uma folha de papel chamava a minha atenção e, nela, o título “ESTAFETA DE CONTOS”… desafiava-me… provocatório… olhei-o e, numa primeira investida, deixei-me enamorar… Recebemos Torres Vedras e levámos o testemunho a Montemor-o-Velho… nasceram amizades… a Graça e o Craveiro…

Nem sequer desconfiava que esta passagem de testemunho era o caminho secreto para uma cidade encantada, com “PALAVRAS ANDARILHAS”… e nem tão pouco sabia que, no dia em que nela entrasse e provasse a sua poção mágica, não voltaria a deixar de procurar a sua direcção… Dentro de mim guardava apenas uma certeza escondida, a vontade de encontrar palavras e emoções.

A insegurança tomou forma de querer e a timidez escondeu-se no sorriso… o autocarro partiu …Beja, 1998.

E naquela cidade caiada de sol e de encanto, uma equipa de laboriosos arquitectos de sonhos... ia dando a provar o sabor das palavras... dos afectos transformando-nos em aprendizes de contar!

Aqueles 20 aprendizes do contar que provaram, naquele ano, o sabor das palavras andarilhas... desassossegaram... as cidades... os campos.... por onde iam passsando de regresso a casa e, no ano seguinte vieram de todo o país.

E daí para cá, quando na primeira vez houve um primeiro mês, a Biblioteca de Beja não mais deixou de receber mundos e mundos de andarilhos, que todos os anos vêm provar a entrega de todos os que aqui trabalham e sonham e acreditam que é preciso dar voz às palavras.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pretende-se com esta oficina dar uma base teórica e um amplo leque de propostas e recursos para trabalhar animação à leitura e a promoção do livro , na aula, na biblioteca e outros espaços.

 

Parece indiscutível que ler é um passo prévio e necessário para a aquisição de conhecimentos, mas também para o crescimento pessoal, para o desenvolvimento das capacidades e da atitudes nas crianças.

 

Sem leitura não existe aprendizagem. Porém ler é também uma porta aberta a outros mundos, a outras vidas, uma fonte de prazer e de disfrute. Ler faz-nos mais livres.

 

Conteúdos : a necessidade de ler ? | a animação à leitura : atitudes, centros de interesse, livros, histórias, tradição oral ,folclore  | Os livros | Algumas propostas: livros que dão pistas | Outras propostas: pequenos e grandes jogos com liovros | Ócio e outros espaços alternativos | Algumas grandes actividades de animação à leitura | A todas as horas | Oficinas | Contar contos
 

B – Poesia com Papel  –  Gémeo Luís

 

O que será que o Gémeo Luís vai fazer com uma fotocopiadora, clips, fita cola, colas, papel A3 e A4, sacos de plástico do lixo pretos, tesouras, x-actos, lápis, marcadores pretos grossos , cartões grossos para servirem de base aos trabalhos a recortar....  é um mistério, mas ... se olhar com  atenção para o seu trabalho como ilustrador talvez seja fácil de perceber. A verdade é que quiser saber, vai mesmo ter de se inscrever .

 

C - Leituras de corpo inteiro – Letícia Liesenfeld

 

Que elementos expressivos podem apoiar o acto da leitura em voz alta?

 

Partimos desta questão para propor a criação de uma "leitura em relevo", onde o corpo, a voz, e a relação com o espaço e com os objectos participam como materiais expressivos integrados na estruturação do acto da leitura.

 

Exercícios que desenvolvem o movimento do corpo e a manipulação e relação com o livro, serão a base deste trabalho. Arriscaremos em conjunto ao longo do ateliê, a criação de pequenas composições apoiadas nos materiais expressivos encontrados.

 

Utilizaremos neste trabalho três livros que, pelas suas características temáticas, narrativas, e plásticas, são dirigidos a públicos de faixas etárias diferenciadas. E desta forma nos permitem explorar a lenga - lenga de A Mosca Fosca, o diálogo de Um segredo mal guardado e a palavra poética de O Gato e o Escuro.

 

D – Festa da Palavra : criação poética e jogos orais - Alexis Pimienta – em castelhano

 

Experiência poética que tem  como objectivo  fundamental,  incentivar os hábitos de leitura através de jogos orais e mnemotécnicos, improvisações, adivinhas, contos, piadas  e outros recursos  lúdico-recreativos. Nestas  seis horas conjugar-se-á o lúdico, o poético e o didáctico.

 

Utilizando uma metodología activa e participada, baseada em exercícios e jogos com rimas, versos e estrofes, o poeta desperta  no grupo o seu potencial criativo.  De forma lúdica potencia-se a concentração, a memória, o dominio lexical e sintáctico, desenvolve-se e enriquece-se o vocabulario , potencia-se o carácter competitivo.  Hoje em muitos lugares começa a utilizar-se a oralidade como recurso pedagógico, está  na hora de voltar  aos  exercícios mnemotécnicos, ao ritmo, ao jogo da memória, suportados nos cantos folclóricos e nas formas tradicionais do saber.

 

Tópicos : Segue a rima | Segue a rima em cadeia | Frases e métricas | Completa a quadra | Completa a quintilha e a décima  | Memorização de estrofes

 

E –  Reservado o direito de leitura | Oficina sobre a dinamização dos clubes de leitura presenciais e 2.0. – Piratas de Alejandria – em Castelhano.

 

Há clubes para tudo: de  futebol e de futebolistas, de golfe e de golfistas, de países emergentes e imergentes,  etc.  Porém de todas estas panóplias de possibilidades, vamos escolher uma, a reunião mais selecta: a dos clubes de leitura. Um grupo de cidadãos, entre os 8 e os 100 anos que decidem dedicar o seu tempo ao exercício mais etéreo, fantástico e complexo, de todos os que foram inventados pelo ser humano: viajar através de um livro .

 

F - Imaginário Tradicional – o livre curso das estórias? – Maria Teresa Meireles

 

Sobre contos, lendas, rimances, rimas, adágios, provérbios, adivinhas e demais rios que correm para o mesmo mar: o Imaginário Tradicional.

 

Que imagens percorrem esses textos de tradição oral? Que constantes, que elos, sequências, imagens e contextos nos envolvem e nos devolvem aquilo a que chamamos Imaginário Tradicional?

 

Pequeno curso livre sobre o Imaginário Tradicional.

 

G - Palavras de água e vento – Emília Traça

 

De que falamos nós, quando falamos de poesia? A memória da poesia está nossos genes? A poesia está na moda? A poesia está na rua? Que laços unem a poesia à música à pintura e à dança? O que é a poesia oral? E Poesia de Autor? A poesia Oral é fonte de criação? Poesia rima com utopia, magia… e com pedagogia? Existe uma poesia para crianças? Qual o papel da poesia na Educação? As Palavras  podem ser brinquedos?

 

Nesta oficina iremos procurar algumas respostas e formular outras tantas inquietas perguntas.

 

H – Inventário de Vozes – Cristina Verbena - em castelhano.

 

Esta oficina visa fomentar a criatividade vocal através de propostas de jogos de grupo e individuais.

 

“ LA VOZ QUE JUEGA A ENCONTRARSE CON OTRAS VOCES, QUE BAILA EL AIRE Y DIBUJA GESTOS, FORMAS NUEVAS.

 

LA VOZ ASOCIADA AL CUERPO Y AL MOVIMIENTO.¿QUÉ CUENTA MI VOZ? PAISAJES SONOROS CREADOS EN GRUPO, LENGUAJES INVENTADOS Y TRABAJO CON CANCIONES TRADICIONALES

 

Esta oficina inclui uma parte de exercícios de relaxamento e aquecimento vocais de forma a que a experimentação não coloque em risco a saúde vocal dos participantes.


 

I – A arte de ser leitor – Zé Fanha

 

-  “E Deus disse faça-se Luz…” O mundo foi feito pela palavra?

 

Apontamentos para uma História da renitência à leitura em Portugal.

 

Ler é  perigoso? A leitura como divergência.

 

Leitura e emancipação: para uma história da partilha da leitura.

 

Edição e formação de comunidade interpretativas informais.

 

-  Construir uma  sociedade da informação e do conhecimento.

 

Os equívocos do uso da net.

 

De que  é que falamos quando falamos de leitura?

 

Ler fácil, ler difícil. Oralidade e sentido.

 

Leitura e tradução. Leitura e viagem.

 

Ler e escrever.

 

J – Habitar el Sonido  -  Rodolfo  de Castro – em Castellano

 

A busca de sentido das palavras| Como tratar um texto para extrair-lhe a voz | Um pouco de história | Uma proposta de analise e construção de um espectáculo | O corpo a palavra, a cena e o público | As quatro dimensões da narração: espaço, tempo, profundidade e intuição. Uma proposta que vai da cabeça ao corpo e à intuição. As palavras dizem como querem ser ditas | O corpo diz como quer ser dito | O público diz como quer escutar |

 

L - Quem tem medo do Lobo Mau ? – Maurício Correa Leite

 

Uma oficina que fala sobre lobos? Sobre maus? Sobre lobos maus?

 

(1) “… ninguém conhece a história verdadeira, porque ninguém jamais escutou o meu lado da história.” (2) “… Rip Van Winkle, sentiu um vago arrepio de medo. Espiou ansioso na direcção de onde viera o chamado…”  de susto em susto, de história em história, abrem-se 15  livros onde  lobos,  fantasmas,  anões, feiticeiras e bruxas criam o medo e o espanto. A análise do texto e da ilustração, levará ao diálogo entre ambos e a uma abordagem artística integrada, onde se cruzam múltiplas linguagens. Chegaremos à produção de novos e misteriosos textos, à  identificação  de critérios fundamentais para a selecção de acervo e à descoberta de como trabalhar o livro na escola, em casa e na biblioteca, tendo sempre em perspectiva a formação continuada do leitor.

 

1 - A verdadeira história dos três porquinhos! Jon Scieszka |Lane Smith.

 

2  -  Rip Van Winkle, de Washington Irving, ilustrado por John Howe.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ


subscrever feeds